Solitário Inconsciente Coletivo

Tuesday, August 29, 2006

Foi ontem


A vinte três anos e um dia atrás começava uma grande transformação no meu mundo.

Mas foi ontem que a gente se abraçou e disse um pro outro “obrigada por existir”, calados.

Foi ontem, é hoje e será amanhã, eu sei,

Eu preciso de sua leveza e ele também deve precisar de alguma coisa em mim, sim, precisamos um do outro e não temos vergonha de assumir isso.

É, ele ta querendo crescer, acho isso ótimo, eu já cresci, e cresci mais ainda quando ele chegou, não há 23 anos, e nem ontem, mas a 2 anos e meio atrás, ele me fez crescer, me fez ser, e assim é e assim será.

Meu filho, meu amigo, meu GaTô.

Pessoa espaçosa que às vezes me tira do sério, quando faz tolice ou chega na hora certa, cheio de sorrisos e palavras amáveis.

Dono de sensibilidade exacerbada, um leão quando o assunto são os seus, os meus ou os nossos.

Ele é intenso, pleno, lindo, profundo, doce.

Ele é livre, muito livre, liberdade é o seu sobrenome.

E foi ontem, foi ontem que a gente desejou toda a felicidade do mundo pra ele, foi ontem que a gente riu e festejou o fato de que a 23 anos atrás nosso mundo se preparava pra chegada do mundo dele...


P. Siu1: Esse é pra ti!
P.siu2: Trilha do Post? O Vento - Los Hermanos

2 Comments:

At 8:10 AM, Blogger Esconderijo dos Segredos said...

Quem me deixou emocionado agora foste tu, aliás, sempre me deixas, já vistes algumas vezes lágrimas discretas e envergonhadas escorrerem pelo meu rosto o que é algo raro, e o mais legal de tudo é saber que... Isto foi escrito sem a menor pressão!
ehehehe ou cobrança!
Eu tinha deixado o scrap para ti antes de ler o texto e tinha escrito exatamente: obrigado por existir, obrigado, obrigado, obrigado!
Conheces-me melhor que eu mesmo, sabes exatamente quais são meus pontos, minhas qualidades, minhas feridas e sabe mais do que eu onde posso chegar , conheces o meu potencial (que tudo bem também conheço) mas não sei por que o ignoro e tu com tua força , o faz me enxergar e o procura extrair de mim .Lanço-me em ti de fechaduras destrancadas , pois tu, tu és refugio,morada, abrigo e conhecimento , tu és o maior bem que ganhei com o tempo, tu és vida, garra...delicadeza
És gênio e geniosa, és esplendorosa, sublime, inigualável és enfim um mulher inestimável és minha mulher e és Regina do teu Reino , por que sabes que tens um império... Encantado me curvo e trago-te o meu mais puro ar, minha energia, as cores que achei os sonhos que pesquei e desenhei, te mostro que o peso da responsabilidade pode ser algumas vezes esquecido... Abro minhas portas, janelas, desabo muralhas, para que em meu mundo me acompanhes... Trago-te, a mim, ando lento e ritmado, como um bom Gatô, sedutoramente desfilo e cada dia mais te admiro.
Obrigado por existires.

 
At 8:08 AM, Anonymous Laura said...

Parabéns ao Tô! =)
Beijinhos menina

 

Post a Comment

<< Home