Solitário Inconsciente Coletivo

Monday, September 15, 2008

O primeiro a gente nunca esquece!



Bem, vou logo avisando quem temrinar de ler esse post e vir me dizer que isso é normal, leva um pisão do meu super salto! kkkkkkkkkkkkk





A cena: Tudo estava normal, sábado animado, conversa, música alta, amigos na sala conversando e a tal espera do almoço....



O crime: Eu entro no banheiro pra fazer a coisa mais legal do mundo (tomar banho) e resolvo fazer a linha adolescente-descontrol e passo horas me olhando no espelho.





A vítima: Minha vida! tudo mudou eu não sou mais a mesma, desde aquela bendita olhada com calma no espelho, o que eu vi? não, não era uma ruga...era uma maldito CABELO BRANCO! sim eu vi, com esses olhos que hão de arder em algum crematório chiquérrimo, eu vi o meu primeiro cabelo branco, diferente de algumas pessoas eu nunca tive isso, e só agora com quase trinta, em plena crise de idade vejo uma carniça dessas pairando tranquilamente na minha cabeça.





O resto: Saí do banheiro gritando, literalmente....GENTE! EU TENHO UM CABELO BRANCO!!!!! minha linda cabeleira negra como a graúna, tem uma porra de um fio branco bem no meio agora, me senti com a bandeira do corintians na cabeça, sendo que eu sou São Paulina! preciso de um fio vermelho urgentemente kkkkkkkkkkkkk





O depoimento: Estou arrasada, senti naquele momento que algo de muito precioso me foi roubado, como posso usar meu lacinho vermelho adorado na cabeça com a mesma naturalidade? como? e o pior nem me deixaram dar fim no caralho do fio branco, me disseram que se a gente arranca cresce mais!!!! Aff não, não, não eu não quero ter cabelos brancos, eu não quero fazer "banho de brilho" em salão é humilhante kkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Depois de ter sido super incompreendida pelos que habitavam a sala, que calmamente me disseram que tem cabelos brancos desde de criança. Corri para o quarto juntei todas as minhas bolsas cor-de-rosas, minhas sapatilhas de lacinho, minhas fivelas infantis e chorei, e jurei que sempre terei um carinho especial por elas e que por enquanto esse inimigo não ganhará a luta.





O resultado final: depois de chorar e de quase fazer o enterro da minha bolsa da hello kitty, decidi que vou encarar essa com muita humildade, vou seguir em frente rumo ao que me espera... a proposta é ser Meryl Streep! Tá foda, velha sim, cabelo branco sim e estilo sempre!!!!!

5 Comments:

At 9:38 AM, Blogger Laura said...

Rapá, pois eu ia te consolar justamente com o que tu dissestes no final do teu post: Se a Meryl Streep pode viver uma Miranda Priestly completamente glamourosa, pq não podes também? kkkkk
Beijão p ti

 
At 12:56 PM, Blogger Blue Boy and the Gray World said...

Eu acho digno =]

 
At 1:16 PM, Anonymous Linda said...

eu tive q me render ao "banho de btilho", fazer o q se até o Nicodemos tem fios branco????

 
At 2:43 PM, Anonymous Amyntor said...

Tô dizendo que minha amiga é fina!!!! Finéééérrrriiimmmaaaaa!!!
Ser Meryl Streep em o Diabo Veste Prada é um escândalo de luxo!!!!
Mas sabe porque quando se arranca um nascem mais??? Porque quando um morre, vêm 5 pro enterro!
PQP!

 
At 10:09 AM, Anonymous Amyntor said...

Amiga, estás quase tão ausente da escrita em blog quanto eu. O meu de emagrecimento não é atualizado desde de maio de 2008. Estou esperando, quase ansioso, pelo aniversário de 1 ano de ausência.
Mas é assim mesmo... há horas que nada se pode fazer, senão torcer que a vontade e/ou necessidade de escrever voltem.
No mais, suadades do teu texto, e de ti, claro.
Mas de ti, as saudades morrerão amanhã.
See you!

 

Post a Comment

<< Home